«O Peixe de Herberto»©FMG

quinta-feira, 2 de junho de 2011

cartazes - Diário Literário - Parte II - «A Narrativa»:#43

© Frederico Mira George, @off




#43

Foi durante um jantar de aniversário que conhecemos pessoalmente o alemão Sven.
Nascido em Berlim-Leste, fotógrafo, tinha vindo a Portugal em reportagem durante o «verão quente» de 75 e por cá ficara absorvido pelo deslumbramento daquele tempo insurrecto.
Como tinha sido recebido (aquando da sua chegada a Lisboa) pelas contexturas do PCP*, corria entre nós, militantes anti-estalinistas, o rumor de que Sven era informador da Stasi**. Em consequência desse rumor, juntado o «S» de Sven, com o «S» de Stasi, quando alguém o queria nomear usava com frequência a alcunha: «o SS».
Todos estas ingredientes aguçavam a vontade de o conhecer e foi o que aconteceu no dia de aniversario da Margarida. Jornalista no «Diário de Lisboa», tinha-se cruzado com Sven na redação do jornal, acabando por não resistir a se aproximar dele e em pouco tempo eram amigos chegados.
Informador da Stasi ou não, o alemão Sven trouxe-nos a faculdade do espanto. A partir daquela noite, deixou de ser «o amigo alemão» da Margarida para ser um de nós.
(...)
© @off

*
PCP: Partido Comunista Português. O mais antigo partido político em actividade ininterrupta desde a sua fundação no início do século XX de matriz Estalinista. Durante a ditadura fascista portuguesa foi o polo central de mobilização contra o regime.

**
Stasi: Polícia Política e Agência de Serviços Secretos do regime pró-soviético da República Democrática Alemã.
Criada por decreto no dia 8 de Fevereiro de 1950 era treinada e controlada pelo soviético KGB. Foi responsável por milhares de perseguições, prisões, torturas e assassinatos. Já depois da sua extinção oficial com a reunificação germânica, a Amnistia Internacional denunciou a continuação da sua actividade, agora de forma clandestina, como agrupamento de mercenários e rede de espionagem a soldo.
Enquanto existiu como estrutura legal da RDA eram conhecidas as suas ligações ao PCP.

Sem comentários:

Publicar um comentário